Showing 350 results

Archival description
Only top-level descriptions Centro de Documentação e Informação – CEDOC – FUNARTE
Print preview Hierarchy View:

Coleção Eva Wilma

  • Collection
  • 1977 - 1988

Doação composta por registros do espetáculo Esperando Godot, de Samuel Beckett, com direção de Antunes Filho, em 1977 e 1978. Há ainda dois currículos que compõem esse conjunto: o da atriz titular e o do ator Carlos Zara.

Eva Wilma

Fundo Família Oduvaldo Vianna

  • BR RJFUNARTE FV-VF
  • Fonds
  • 1930 - 1984

Este arquivo compreende quase 50 anos de produção intelectual (em diversas áreas de atuação artística: teatro, rádio, televisão e cinema). O material que o compõe é diversificado: compreende desde vasta documentação pessoal até peças de teatro, teleteatros, radioteatros, telenovelas e roteiros cinematográficos. O Arquivo Família Oduvaldo Vianna foi organizado segundo três arranjos distintos, um para cada personalidade reunidos sob o título de Família Vianna, compõem três arquivos pessoais distintos entre si, ainda que, em muitos momentos, exista um diálogo entre eles. Dessa forma, respeitou-se o princípio basilar da arquivologia, o de respeito aos fundos, não tendo sido empregada a noção de “arquivo de família”. integrante da família, a fim de preservar a individualidade e as peculiaridades dos regimes de acumulação dos artistas. Assim, os conjuntos referentes a Oduvaldo Vianna, Deocélia Vianna e Oduvaldo Vianna Filho, embora reunidos sob o título de Família Vianna, compõem três arquivos pessoais reunidos sob o título de Família Vianna, compõem três arquivos pessoais distintos entre si, ainda que, em muitos momentos, exista um diálogo entre eles.

Família Oduvaldo Vianna

Fundo Fernanda Montenegro - Fernando Torres

  • BR RJFUNARTE FMFT
  • Fonds
  • 1915 - 1986

Trata-se de um arquivo pessoal que retrata uma parcela da trajetória artística do casal Fernando Torres e Fernanda Montenegro no teatro, na televisão e no cinema. Dessa forma, há registros referentes ao Grande Teatro, ao Teatro Brasileiro de Comédia, ao Teatro dos Sete e também documentos relativos a outras peças, filmes e novelas dos quais os titulares do arquivo participaram. Porém, a documentação mais expressiva, em termos de volume, refere-se aos espetáculos teatrais protagonizados pelo casal, sendo Fedra o
dossiê que apresenta maior dimensão. Quanto à organização do arquivo, vale destacar que: 1) as unidades de arquivamento foram estabelecidas, na maior parte dos casos, considerando a empresa artística responsável pelas produções teatrais, pois há uma grande quantidade de documentos administrativos que integram o conjunto; 2) se procurou, quando identificada, manter a ordem impressa pelo casal ao seu papelório. Por isso, os recortes de jornais que foram recolhidos por empresas de publicidade foram ordenados cronologicamente; 3) observou-se que o casal, em termos de organização documental, não fazia distinção entre suas áreas de atuação (teatro, cinema e televisão), e também não buscava separar o que dizia respeito ao trabalho de um e o que dizia respeito ao do outro. Mesmo porque, na maior parte das vezes, Fernanda e Fernando estiveram juntos na realização de seus empreendimentos artísticos, principalmente os teatrais. Dessa forma, o arranjo foi criado da maneira mais “solta” possível, devido, justamente, à percepção desses imbricamentos e 4) grande parte dos documentos administrativos relativos ao pessoal que trabalhava com o casal aparece agrupada por indivíduo, não importando o empreendimento e/ou a empresa artística para qual o contratado prestou serviço. Optou-se por manter tal organização, levando em consideração que esse ordenamento espelha estratégias de agenciamento da vida artística do casal. Assim, cabe ressaltar que o arquivo traz uma marca de organização que é reflexo de uma visão empresarial do teatro; 6) devido ao casal ter sido bastante participativo no que concerne aos principais movimentos que marcaram a sociedade e a classe teatral da época, há documentos que foram locados na grande série “Geral” que são referentes à sua atuação política, como, os registros relativos ao momento de abertura política do país, às campanhas de regulamentação da profissão do artista e às reinvindicações contra a censura e 7) há ainda no arquivo documentos referentes ao início da careira artística da filha do casal, Fernanda Torres. Tais registros foram agrupados em uma série distinta, posta como a última unidade de arquivamento do arranjo. Tal opção foi feita porque a atriz trabalhou de forma paralela à trajetória de seus pais.

Fernanda Montenegro - Fernando Torres

Coleção Aderbal Júnior

  • Collection
  • 1973

Doação formada por questionários preenchidos pelos espectadores do espetáculo "Amanhã, Amélia, de Manhã", de Leilah Assumpção, direção de Aderbal Freire-Filho, apresentado entre 04/07/1973 e 12/07/1973.Tratam-se de 402 questionários mais 17 tabelas de estudos destes registros. Tais documentos parece terem sido gerados pela ação Exercício Para Estar Vivo desempenhada pelo elenco do espetáculo.

Aderbal Júnior

Coleção Aldeia de Arcozelo

  • Collection
  • 1981 - 1983

Coleção composta por dois dossiês: um com uma matéria publicada no jornal O Estado de S. Paulo em 27/3/81, e outro contendo programação do Mutirão Cultural da Aldeia, em janeiro e fevereiro de 1983, recortes de jornal, correspondência e documento impresso.

Aldeia de Arcozelo

Coleção Aldo Calvet

  • Collection
  • 1904 - 1966

Coleção do crítico e ex-diretor do SNT composta por textos teatrais, programas, anuários, cartão-postal e convite. Assim como ocorreu com tantos outros arquivos, o conjunto de Aldo Calvet também sofreu severo desmembramento, estando disperso em vários setores diferentes do Cedoc, como pudemos constatar pela presença de documentos contendo o carimbo que designa tal acervo, em meio a dossiês impressos e fotográficos custodiados pelo centro

Aldo Calvet

Coleção Alexandre Amaral

  • Collection
  • 1986 - 1987

Coleção do ator Alexandre Amaral composta por documentos relacionados à sua atuação (impressos de curso de teatro ministrado por ele, programa de curso de teatro, currículo, certificado de participação de curso, recorte de jornal sobre o espetáculo Adeus, queridos amigos e carta de Alexandre Amaral para o Projeto Memória).

Alexandre Amaral

Results 1 to 8 of 350